23 0

Por  em Blog

0625_workfromhome_630x420

Trabalhar em casa é o sonho da maioria dos brasileiros que querem trabalhar e dedicar mais tempo à vida pessoal, mas a realidade mostra que a ampla maioria das pessoas que praticam o home-office afirmam ter inúmeros problemas.

 1 – Distrações

A tentação de se envolver em assuntos domésticos, uma vez que você está em casa, é muito forte na maioria das vezes, além dos contratempos com filhos e familiares. De repente, você pode começar a se sentir obrigado a resolver as demandas da casa e não focar no seu trabalho.

 2 – Trabalho 24 horas

A falta de separação física entre a casa e o trabalho pode adicionar esta pressão para você trabalhar sem parar, afinal você está no “escritório” 24 horas.

 2 – Onde começa o trabalho e onde termina o lar

Como separar o ambiente tenso e competitivo do trabalho, com o ambiente que deveria ser prazeroso e relaxante? É um problema muito comum quando se trabalha em casa e não tem horário fixo para tal, logo se estende as atividades profissionais sacrificando assim o relacionamento social/familiar.

 3 – Isolamento

Quando se trabalha em home-office o resultado é um isolamento social e profissional. Os Home-Officers muitas vezes não sentem que são parte de uma comunidade de trabalho, ou sentem falta da interação pessoal de um escritório convencional, o que gera também grande defasagem profissional.

 4 – Procrastinação

E quem não ficaria tentado, se distrair com a TV, tirar um cochilo, ou brincar com o Pet? Convivendo com a rotina da casa é muito mais fácil e tentador também sair da rotina do trabalho.

5 – Investimentos

Dificilmente alguém que trabalha em casa terá uma secretária ou telefonista, entre outros vários itens de infraestrutura corporativa. Mesmo pensando no mínimo, precisará de um ambiente separado, com móveis e equipamentos adequados à sua atividade profissional, o que requer investimentos.

6 – Falta de profissionalismo

 Seu cliente pergunta: “Onde é seu escritório?” Seria uma resposta constrangedora se a resposta fosse “lá em casa mesmo”.

O profissional e a empresa devem projetar uma imagem de profissionalismo, ou seja, estar inserido em um ambiente corporativo e empresarial. O mercado discrimina fortemente o “lá em casa”.

 E qual seria a solução?

Alugar uma sala e arcar com enormes despesas além de gerir a infraestrutura necessária, definitivamente não é a solução ideal.

Entretanto, surgiu recentemente um moderno conceito de escritório que é um meio termo entre o Home-Office e o oneroso Escritório Próprio, é o Escritório Compartilhado ou Coworking.

O Escritório Compartilhado é um ambiente profissional e corporativo, onde várias empresas e profissionais autônomos se instalam e dividem o mesmo ambiente físico, mas cada um exercendo a sua atividade.

Para este tipo de espaço é possível obter o Endereço para o seu negócio, secretária, estações de trabalho, impressões, telefonia, internet de alta velocidade, salas de reuniões para atender os clientes e muito mais.

Analisando como relação de custo-benefício, este compartilhamento dos recursos, faz com que os Planos oferecidos tenham um custo muito baixo, frente a uma ótima oferta de infraestrutura moderna e completa.

Em síntese o Escritório Compartilhado oferece toda infraestrutura, e a empresa ou profissional paga como um sistema de pay-per-use. Isto faz com que sua demanda e consequente despesa de escritório, ao longo do ano permaneça alinhada com a oscilação da sua receita. Mais trabalho, mais escritório, e menos trabalho, menos escritório também.

Por isso o Escritório Compartilhado é a solução para quem quer usar um espaço empresarial planejado para negócios. Você já terá seu Escritório pronto, estruturado para você apenas entrar e efetivamente trabalhar no seu negócio foco, sem se preocupar com investimentos ou com a estrutura operacional de um escritório.

Por Marina Costa Gomes, jornalista

Leave a comment

* required