17 0

Por  em Blog

homeoffice1

A tendência do mercado é cada vez mais “enxugar” os escritórios, tendo como opção o seu colaborador trabalhar em casa (home office) ou em ambientes que oferecem mais estrutura, profissionalismo e menores gastos: o Coworking.  Modelo de escritório compartilhado que oferece aos usuários um espaço corporativo completo, por custo até 80% menor e nenhuma burocracia, põe à disposição dos Coworkers endereço comercial e fiscal (para abertura de empresa), secretária, sala de reuniões multimídia, sala privativa de atendimento, entre outros benefícios, como internet de alta velocidade e agendamento eletrônico.

É baseado no modelo nascido nos Estados Unidos há pouco mais de 10 anos e seu conceito vai além, proporcionando um ambiente colaborativo que estimula a criatividade e possibilita ampliar a rede de contatos. E é justamente essa possibilidade de networking e troca de ideias com diferentes profissionais e potenciais clientes, que está atraindo as empresas ao formato.

Dados oficiais do site Startup SC indicam que em Santa Catarina hoje, existem sete unidades de coworking distribuídas nas cidades de Balneário Camboriú, Itajaí, Florianópolis e Joinville.

Mas, além das vantagens financeiras, o que atrai trabalhar em um coworking?

Motivação é a palavra da vez para muitos Coworkers e estar em um mesmo ambiente com vários outros profissionais dá a possibilidade de gerar networking e novos negócios.

Um ponto forte de se utilizar este tipo de espaço é se despreocupar das responsabilidades e questões administrativas que se enfrenta quando se abre o próprio negócio.

A vantagem apontada pelo advogado Daniel Melim, cliente da Oniqua Escritórios Virtuais de Itajaí/SC,  foi que o aumento de trabalho, gerou também aumento nos serviços administrativos, tirando o foco da sua atividade. Estar em um escritório virtual tira toda a carga destes serviços, liberando-o para se dedicar a sua finalidade: o seu negócio.  “Além disso, é possível uma gestão de horários mais flexíveis, na medida em que você não tem que estar “full time” na empresa, resultando em maior qualidade de vida”.

Ele confirma ser muito mais econômico do que manter um escritório tradicional. “Os serviços são maleáveis e adaptáveis às suas necessidades.  Não preciso me preocupar com serviços e rotinas administrativas, de gestão, de limpeza etc., e mesmo assim disponho de um espaço totalmente adequado, quando eu quiser”.

A desvantagem, apontada por ele, pode ser muito mais fácil de administrar: “A mudança de paradigma requer uma certa disciplina para gerir o tempo ocioso que se cria”, finaliza Daniel.

 Fonte: http://www.timbonet.com.br/coworking-alternativa-para-abandonar-o-home-office/

Leave a comment

* required