18 0

Por  em Blog

B

Para funcionários de uma empresa comum, que estão acostumados a cumprir uma jornada de trabalho pré-definida por terceiros, a prática de Home Office é muito almejada. Isso porque, aparentemente, parece permitir que o próprio indivíduo defina suas metas diárias e fique menos preso ao ofício. Até certo ponto, esse pensamento é válido. Porém, realizar tarefas profissionais em casa pode ser mais difícil do que parece. O foco no trabalho é algo dificilmente controlável. Mesmo pessoas altamente comprometidas aos assuntos mais importantes podem acabar misturando as questões da vida profissional à vida pessoal, e até mesmo abalar os hábitos de convívio social.

Se a ideia de trabalhar em uma empresa tradicional não é agradável e o trabalho autônomo caseiro é socialmente prejudicial, o que pode ser feito para que o ofício seja realizado de forma harmônica? A resposta é bem simples: co-working.

O co-working caracteriza-se por ser uma forma alternativa de trabalho instalada em ambientes que podem agrupar diversas pessoas de áreas não necessariamente semelhantes entre si. Geralmente, esses locais possuem todas as vantagens oferecidas por um escritório comum: mesas compartilhadas, internet, salas de reunião e muitos outros espaços convenientes aos funcionários. A diferença está no fato de que esses espaços não pertencem a uma única empresa. Eles podem ser alugados por hora trabalhada, o que aumenta a produtividade do locatário pelo simples fato de impulsioná-lo a aproveitar ao máximo o espaço que ele mesmo está pagando. Isso permite também que haja interação social entre as pessoas que optam por trabalhar dessa forma e que sejam abertas possibilidades sobre futuras relações profissionais entre as pessoas que dividem o espaço.

O certo é que, se há a possibilidade de criar um meio termo entre a tradição empresarial e a liberdade inconvencional do Home Office, ela está representada no co-working, uma prática que cresce cada vez mais no mundo dos negócios e torna-se um alvo de inúmeros profissionais da atualidade.

Fonte: http://www.tudosobremktdigital.com.br/o-co-working-como-tendencia/

Leave a comment

* required