30 0

Por  em Blog

ELO_COWORKING_120810_035

Sete empresas mineiras criaram o Grupo Coworking de Minas Gerais (GCMG) para difundir o nov o conceito de escritório compartilhado e oferecer soluções de redução de despesas para quem já tem ou deseja montar um negócio no setor. A estimativa é que, até o fim de 201 3, o volume de usuários de Coworking no Estado aumente 30% em relação a 2012.

Segundo Francisco Amaral, representante do GCMG, a maioria dos escritórios associados foi criada em 2012 e têm, em média, 150 metros quadrados de área, 20 empresas e 25 pessoas por espaço. O investimento na criação dos endereços foi, em média, de R$ 400 mil. “A meta dos empresários é chegar a uma média de 30 contratos por operação”, diz.

Os preços para utilizar os espaços variam de R$ 150 a R$ 800 mensais, dependendo do plano e serviços escolhidos. A estimativa de faturamento em 2013 é de R$ 250 mil, por escritório.

No Paraná, André Pegorer mantém o Nex Coworking, em Curitiba, desde 2011 . O empreendimento tem 220metros quadrados de área e ocupa um andar inteiro de um prédio histórico no bairro do Batel. A capacidade é para 38 usuários simultâneos.

Em 2013, a expectativa é crescer 20%, no número de contratos, ante 201 3, chegando a 75 empresas residentes. No ano passado, faturou R$ 320 mil. (JS)

Fonte: Valor Econômico – Especial PME – edição de 30/08/13

Leave a comment

* required